HOME

 
       
 


André Flores, Brasil

 

André da Silva Flores ou André Flores (Aprendiz de Poeta), 46 anos, natural de Novo Hamburgo RS, residente da Cidade de Portão RS. Casado com Cristiane Kochenborger tem uma filha que se chama Letícia Kochenborger Flores. Filho de Antônio da Silva Flores e Teresinha Beatriz Flores. Criado na cidade de São Sebastião do Caí, aonde muito do material de inspiração para seus poemas, vem de experiências e vivências nesta linda, amada, pacata, simpática e acolhedora cidade. Formado em setembro de 2010 em Administração de Empresas pela UCS - Universidade de Caxias do Sul, Pós Graduando em Especialização em Educação a Distância pela UNOPAR. Premiado em concurso realizado pela Academia de Letras e Artes de Porto Alegre e Expresso das Letras, em Agosto em 2011. Premiado em Concursos realizados no estado do Rio de Janeiro (Oliveira Caruso) em: 2013, 2014, 2015 e 2016 assim como nos concursos Artífices da Poesia, da Editora A.R Publisher em 2016, Ancguedes 2016, Mérito Cultural da FECI, (Fundação Educacional do Sport Club Internacional), em 2016, 2017 e 2019. Prêmio ABAS em Feira de Santa BA (Março/2017) entre outros. Atua ativamente em blogs e jornais literários (Cabeça Ativa SP, Poemas do Brasil - SE e Recanto das Letras - SP). Participou de 20 antologias impressas no Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo e Sergipe, 20 e-books, onde em três oportunidades escreveu o prefácio. Teve seus poemas publicados no jornal Zero Hora de Porto alegre em 10 oportunidades. Atualmente escreve para as revista literária de Portugal (PORTAL CEN), como também para a (Logus da Fênix). È Editor correspondente do Estado do Rio Grande do Sul da revista e grupo literária eletrônica Poemas do Brasil, e da revista literários Inversos em Feira de Santana BA. Lançou o seu primeiro livro Aprendiz de Poeta, Simplesmente uma História em Maio de 2017, lançou o seu segundo livro, Subjetiva Poesia, Biblio Editora em 2018, e Paralelos pela Editora Alternativa na Feira do Livro de Porto Alegre, MEMBRO DA ALB-MS (ACADEMIA DE LETRAS DO BRASIL SECIONAL-MS) CADEIRA 49, MEMBRO DA ALB-RS (ACADEMIA DE LETRAS DO BRASIL SECIONAL RS), MEMBRO DA CAPOLAT (CASA DO PEOTA LATINOAMERICANO RS), MEMBRO DA SCLB (SOCIEDADE DE CULTURA LATINA DO BRASIL MA).

CONTATOS:

(51) 99987-9176

asflores.cai@gmail.com

https://www.linkedin.com/in/andre-da- silva-flores - https://www.facebook.com/andre.flores.7505

 

Mordaça

 

Quero um mundo melhor realmente

No qual a sociedade seja mais igual

Não existindo diferença racial,

Nem o gênero ser tratado discriminadamente.

 

A mulher é tratada brutalmente

Tentam tornar este assunto banal

Mas, não podemos achar isso normal,

O feminicídio acontecer diariamente.

 

Entre a cruz e a espada da justiça,

É preciso ter coragem e lutar!

Não podemos aceitar esta injustiça!

 

Que seja erguido o pano, a cortiça

Sejamos mais educados e cavalheiros

Uma sociedade melhor se faz sem mordaça.